Ponte Jamaraat

Mina

Ponte Jamaraat

Mina

Todos os anos, milhões de muçulmanos iniciam a peregrinação (hajj) a Meca, na Arábia Saudita, cumprindo a obrigação de que todos os muçulmanos devem visitar a cidade mais sagrada do Islamismo pelo menos uma vez nas suas vidas, se estiverem fisicamente e financeiramente aptos.

Durante o hajj de cinco dias, os peregrinos realizam uma série de ritos religiosos ao longo de um percurso de 12 km, incluindo o ritual do "Apedrejamento do diabo" na ponte Jamaraat, perto de Mina.

Houve uma época em que este ritual era considerado a parte mais perigosa do hajj, devido às crescentes multidões na estreita ponte pedestre, que, ocasionalmente, provocavam o pânico. Com números em constante crescimento, o governo saudita procurou formas de garantir a segurança dos crentes, preservando simultaneamente a santidade do local religioso.

A OTIS respondeu ao apelo.

Em 2006, as autoridades sauditas decidiram demolir a ponte existente e começar do zero. Pediram à OTIS que concebesse um sistema moderno para mover até 300 000 peregrinos por hora pela nova ponte, em segurança e de forma eficiente e fiável.

A nova ponte Jamaraat, concluída em 2009, apresenta cinco níveis, um espaço interior sem colunas e 328 escadas rolantes OTIS: 28 em cada uma das 11 torres da ponte, além de outras 20 que fornecem acesso exterior à ponte. A ponte também está equipada com 6 elevadores de passageiros, 2 elevadores de ambulância e 2 elevadores de heliporto.

Durante a temporada do hajj, as escadas rolantes funcionam ininterruptamente. Os peregrinos atravessam a ponte várias vezes, em dias seguidos, para completar o ritual. Durante o hajj de 2017, as escadas rolantes transportaram um total estimado de 12,5 a 15 milhões de passageiros.

Jamaraat bridge icons pilgrims
3 milhões

peregrinos do hajj em 2017

Jamaraat bridge icons pilgrims
2009

conclusão do projeto

Jamaraat bridge icons pilgrims
950 metros

comprimento

Apedrejamento do Diabo

Durante o ritual de "Apedrejamento do Diabo", os peregrinos recriam simbolicamente a resposta do Profeta Abraão quando Satanás tentou ignorar a ordem de Deus para sacrificar o seu filho Isaac. Abraão atirou pedras a Satanás para afastá-lo. No último momento, Deus deteve a mão de Abraão, poupando Isaac e substituindo-o por um carneiro.
Segundo a tradição, a ponte Jamaraat é o local desse confronto. É construída em torno de três pilares que representam Satanás. Ao atirar pedras aos pilares, os peregrinos afirmam a sua obediência a Deus e denunciam o mal. Lembrando a forma como Isaac foi poupado, os peregrinos também abatem uma ovelha, cabra, vaca ou camelo - ou, mais provavelmente, pagam para que isso seja feito em seu nome.

A ciência das multidões

Ao avaliar as propostas de projetos para a nova Ponte Jamaraat, as autoridades Sauditas consultaram Keith Still, um professor de ciência das multidões na Universidade Manchester Metropolitan no Reino Unido.
Still afirma que a densidade da multidão na antiga ponte foi excecionalmente perigosa durante o hajj - tantas quantas 11 a 15 pessoas por metro quadrado. "Qualquer tropeço, escorregadela ou queda naquele ambiente poderia ser fatal", afirma.
Na nova ponte, a densidade é de apenas uma pessoa por metro quadrado.

Algumas curiosidades sobre a ponte Jamaraat.

A nova ponte caracteriza-se por três pilares jamrah, muito mais compridos do que os seus antecessores anteriores a 2006, e que permitem reduzir o congestionamento quando os peregrinos realizam o ritual do apedrejamento. As autoridades sauditas também emitiram um fatwa que decreta que o ritual pode ser realizado entre o nascer do sol e o pôr do sol, ao invés de apenas ao meio-dia.

A nova ponte apresenta mais de 500 câmaras de televisão em circuito fechado, monitorizadas por dezenas de agentes de segurança para detetar qualquer problema.

"É uma imensa responsabilidade", declarou o Coronel Khakled Qarar Mohammadi, responsável pelas forças de emergência no local, à CNN em 2009.

5

elevadores

11

torres

328

escadas rolantes ®

Jamaraat bridge

elevadores de passageiros

6

elevadores de ambulância

2

elevadores de heliporto

2

técnicos OTIS

200

Informações gerais

Saiba mais informações sobre produtos e serviços OTIS.

Contacte-nos