Torre Eiffel

Paris

Torre Eiffel

Paris


Na criação desta famosa torre, Gustavo Eiffel demonstrou a sua genialidade em engenharia e um domínio firme da estética emergente na era industrial. Os engenheiros da OTIS também tiveram que ser criativos, encontrando novas formas de conceber os sistemas de elevadores da torre - não apenas uma vez, mas duas vezes, com um século de diferença. 

Os franceses recorreram à OTIS pela primeira vez, antes da abertura da torre, em 1889. Precisavam de elevadores para os pilares curvos norte e sul para levar os visitantes até ao segundo nível - sem interferir com a silhueta icónica da torre. 

A construção dos elevadores para o primeiro nível foi relativamente simples: os pés dos pilares eram suficientemente amplos e retos para um sistema convencional. A instalação dos elevadores para o segundo nível foi totalmente diferente devido à curvatura acentuada inerente ao projeto. Nenhuma empresa francesa assumiu esta tarefa complexa. 

Os engenheiros da OTIS conceberam dois enormes elevadores de cabos hidráulicos que se movimentam sobre calhas. As grandes e belas máquinas tornaram-se, também elas, uma atração turística. 

Na década de 1980, os franceses confiaram novamente aos serviços da OTIS para, uma vez mais, criarem todo o sistema de elevadores da torre no âmbito de uma renovação importante. 

Os elevadores até ao topo representaram o maior desafio. Os engenheiros da OTIS recorreram à modelização informática para analisar as diversas dificuldades, incluindo a oscilação da torre e os ventos que podem atingir 100 km por hora. 

Apresentou-se um novo sistema radical: dois elevadores Duolift™, que efetuam o trajeto a céu aberto mais longo jamais realizado por um elevador - 160 metros. Cada elevador é constituído por duas cabinas, as quais atuam como contrapeso uma da outra: quando uma cabina sobe, a outra desce.

Os cabos galvanizados e os dispositivos anticongelamento nas cabinas permitem que os elevadores funcionem todo o ano, mesmo em condições meteorológicas extremas.

Em 2001, a OTIS modernizou os elevadores Duolift.

Otis Leading the way
9

elevadores OTIS®

Otis Leading the way
1,8 m

por segundo

Otis Leading the way
80

passageiros

Otis Leading the way
4,6

toneladas

A transportar o mundo

Os elevadores são elementos indispensáveis para a gestão de visitas diárias do monumento e sujeitos a condições adversas.

Se agrupassemos o resultado de viagens ao ano dos elevadores da Torre Eiffel, isto representaria duas vezes e meia a circunferência do mundo, ou mais de 103 000 quilómetros.

Nove máquinas

Atualmente, estão em utilização na Torre Eiffel um total de 9 máquinas OTIS.

Dois Duolift, um elevador privado para clientes do restaurante Le Jules Verne, um monta-cargas, uma plataforma para acesso por cadeiras de rodas e quatro elevadores de carga.

Algumas curiosidades sobre a Torre Eiffel.

A Torre Eiffel foi projetada pela empresa do engenheiro Gustavo Eiffel para a Exposição Universal de 1889, para celebrar o 100º aniversário da Revolução Francesa.

A sua construção durou dois anos, dois meses e cinco dias, representando um feito arquitetónico e técnico inegável. Símbolo de proeza tecnológica, no final do século XIX, constituiu uma demonstração da engenharia francesa personificada por Gustavo Eiffel e um momento decisivo da era industrial.

engenheiros

operários

peças sobressalentes

Otis Leading the way

início da construção

1 de julho de 1887

número de rebites

2,5 milhões

peso

10,1 K toneladas

visitantes durante o ano de 1889

250 milhões

visitantes anuais

7 milhões

Informações gerais

Saiba mais informações sobre produtos e serviços OTIS.

Contacte-nos